Solidariedade internacional se põe contra extradição de ex-guerrilheiro do IRA

Solidariedade internacional se põe contra extradição de ex-guerrilheiro do IRA

Print Friendly, PDF & Email

O movimento democrático e republicano irlandês, organizando atividades contra a extradição de um ex-guerrilheiro do Exército Republicano Irlandês (IRA, no original), fez repercutir as ações realizadas no seu país e em países como Alemanha e França. Na França, em especial, uma atividade foi realizada no dia 6 de agosto.

Liam Campbell é um ex-guerrilheiro que buscava e ainda busca a independência da Irlanda do jugo imperialista britânico. Ele esteve preso desde 2016, e nos últimos meses a justiça reacionária irlandesa ameaçou a sua extradição para a Lituânia, país onde nunca pôs os pés.

No dia 4 de julho, houve um protesto em frente à Embaixada da Lituânia, em Dublin, contra a extradição de Liam. Na semana de 17 a 23 de julho, diversas ações foram realizadas na Irlanda contra a extradição do líder republicano. Em diversos muros e paredes apareceram pichações de: Keep Liam Home! (Mantenham Liam em casa!). Republicanos socialistas irlandeses também lançaram um vídeo promovendo a campanha.

Na França, de 31 de julho a 6 de agosto, o grupo Jeunes Révolutionnaires (Jovens Revolucionários) de Saint-Etienne organizaram pichações contra a extradição de Liam Campbell.

Na Alemanha, as ações internacionalistas em apoio a Liam Campbell iniciaram na primeira semana do mês de julho, quando cartazes foram colados divulgando a causa. Nas semanas seguintes, os democratas e revolucionários alemães continuaram em defesa de Liam.

Luta Anti-imperialista de Liam Campbell

É incerto a data de nascimento e detalhes pessoais da vida de Campbell, mas assim como muitos outros irlandeses, ele se lançou na luta armada socialista pela libertação do seu país da condição de semicolônia imposta pelos ingleses. Campbell combatia junto do seu irmão, Sean, que fabricava explosivos, e tombou na frente anti-britânica em 1975. 

Na repressão aos combatentes do povo irlandês, Liam foi preso em 2016 por ter sido membro do IRA. Depois, é falsamente acusado de tráfico de armas na Lituânia, acompanhado de um pedido de extradição. 

Seguem aqui fotos da campanha:


Pichação em Condado de Meath, na Irlanda. Fonte: Tribune of the People


Manifestação em Freiburg dia 11 de julho. Fonte: The Tribune of the People


Cartazes colados em Hamburgo no começo de julho. Fonte: Dem Volke Dienen

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: