SP: Despejo de famílias camponesas

SP: Despejo de famílias camponesas

Print Friendly, PDF & Email

No dia 12 de setembro foi realizada reintegração de posse no assentamento camponês Cachoeirinha, em Boa Esperança do Sul (interior de SP). O assentamento conta com décadas de estável e produtiva ocupação camponesa.

A área, antiga propriedade de um banco falido, é ocupada há mais de 20 anos por cerca de 20 famílias, a maioria delas presentes desde 1987. Ainda assim, em 1997 com dez anos de assentamento camponês, a área foi grilada por quatro proprietários. Um destes reivindicou a posse da área e acionou o judiciário para realizar a reintegração.

Uma camponesa comentou ao monopólio de imprensa sobre a injustiça da decisão do velho Estado reacionário: “A gente produz milho, feijão, manga, limão, banana, abacaxi. A gente faz feirinha no sábado e vive disso. A dor é de todos. Para onde vão levar a gente? Eles não falam. Todo nosso suor está aqui dentro”, desabafou.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: