SP: Estudantes protestam contra a implantação do EaD e privatização da UNIFESP

SP: Estudantes protestam contra a implantação do EaD e privatização da UNIFESP

Print Friendly, PDF & Email

Reproduzimos aqui nota da Executiva Estadual de Estudantes de Pedagogia de SP sobre um ato contra o Ensino Remoto, ocorrido no dia 31 de julho:

No dia 31 de julho, estudantes e o Centro Acadêmico de Pedagogia foram até a Reitoria da Unifesp em protesto contra o Ensino Remoto que está sendo implantado na universidade. Uma grande atividade presencial foi convocada pelo CA para exigir uma reunião com a Pro-Reitoria de Assuntos Estudantis (PRAE) e reivindicar o direito ao trancamento sem perda de bolsas e auxílios. No ato, foram confeccionaram cartazes e faixas, que depois foram colados na porta e nas grades do prédio.

As mobilizações têm se intensificado cada vez mais e surgem como uma resposta dos estudantes pelo descaso da reitoria. Há semanas os estudantes enviaram um abaixo-assinado contra o EaD e reivindicando uma reunião. E até o momento não receberam nenhuma resposta. O manifesto denunciava a maneira pela qual o EaD está sendo imposto pela gestão da universidade, silenciando todas as manifestações contrárias de estudantes e professores. O texto também exigia o direito ao trancamento do semestre sem perda de direitos. Atualmente, os estudantes se encontram em meio a uma chantagem, sendo obrigados a aderir ao EaD, pois, caso realizarem o trancamento, perderão suas bolsas e auxílios, seu único sustento em meio a pandemia.

Os manifestantes souberam através de um dos funcionários que o pro-reitor se encontrava no prédio naquele dia, entretanto, quando adentram o prédio e requisitaram a reunião, disseram que ele estava ausente. Ora, será que se escondeu para não receber os estudantes? Como alternativa, a recepção sugeriu enviar mais um email como forma de entrar em contato.

O Centro Acadêmico enviará o email exigindo a reunião novamente, juntamente com fotos do protesto. Entretanto, uma coisa fica clara: as mobilizações estudantis não podem mais ficar reféns apenas da internet e redes sociais, os estudantes precisam levar sua indignação e revolta para as ruas! Chega de sermos ignorados e chantageados! Vamos elevar nossas reivindicações com protestos combativos para pressionar a reitoria e exigindo nossos direitos!

ABAIXO AS ADES E O EAD NA UNIFESP!

PELO DIREITO AO TRANCAMENTO SEM PERDA DE BOLSAS E AUXÍLIOS!
CONTRA A PRECARIZAÇÃO E A PRIVATIZAÇÃO: DEFENDER AS UNIVERSIDADES PÚBLICAS COM UNHAS E DENTES!

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: