SP: Grupo de extrema-direita promove ataque contra restaurante palestino

SP: Grupo de extrema-direita promove ataque contra restaurante palestino

Print Friendly, PDF & Email

Câmaras flagraram o momento em que extremistas de direita iniciaram o ataque ao restaurante

Um grupo de extrema-direita empreendeu um ataque covarde contra o restaurante palestino Al Janiah, que contrata refugiados, em São Paulo, na madrugada do último dia 1º de setembro. Os militantes fascistas utilizaram facas, bombas de gás lacrimogêneo e sprays de pimenta.

O grupo contou com cinco membros que se aproximaram do portão do restaurante e, no momento oportuno, lançaram a primeira granada e fecharam o estabelecimento. Quando os funcionários e clientes tentaram fugir, foram ameaçados com facas e trancados novamente no local.

Segundo testemunhas e a administração do restaurante, a Polícia Militar não atendeu aos chamados das vítimas.

O local havia sido palco do lançamento de um livro chamado Tornar-se Palestina, da autora chilena Lina Meruane, defendendo a luta pela autodeterminação da nação Palestina, submetida à ocupação colonial sionista.

Em nota, o restaurante se pronunciou: “Agradecemos o apoio que temos recebido de todos os cantos do Brasil. Não vai ser fácil destruir a solidariedade e os espaços democráticos que foram construídos”, afirma.

Reginaldo Nasser, fundador e membro do estabelecimento, disse que a motivação do ataque não foi só por motivos xenófobos, mas também porque o bar é conhecido como um local de esquerda.

“O ataque, sem dúvida nenhuma, ocorreu porque somos de esquerda. A xenofobia está mais presente nos grupos de direita. A esquerda sempre esteve alinhada contra a xenofobia. Portanto, não é só xenofobia, é porque somos de esquerda”, afirmou Reginaldo, que também é professor de Relações Internacionais da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP).

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: