SP: Motoristas fazem greve e conquistam salário

SP: Motoristas fazem greve e conquistam salário

Print Friendly, PDF & Email

A paralisação de motoristas da empresa Praiamar Transportes, que operacionaliza o transporte urbano em Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo, terminou após uma semana, no dia 12 de novembro. A decisão pela suspensão da greve ocorreu após uma determinação judicial arbitrária, determinando que 60% da frota passasse a circular (negando, assim, o próprio direito à greve).

Com o objetivo de obter melhorias salariais e no transporte público, uma audiência ocorreu no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 15ª Região, na presença de representantes do sindicato da categoria, da empresa e do Ministério Público do Trabalho. A proposta feita de aumento de 4,58% nos salários, elevando o salário dos motoristas para R$ 1,619, levou a um acordo que encerrou por hora o movimento.

Em entrevista a imprensa local, não descartando a possibilidade de uma nova paralisação, afirmou Francisco Israel, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviário, Urbano, Cargas, Anexo e Diferenciado do Litoral Norte (Sttrucad): “Mas não vamos parar por aí. Encerramos a greve no que diz respeito ao dissídio coletivo. Nosso movimento vai continuar, pois vamos nos mobilizar juntamente com a população para reivindicarmos melhorias no transporte público”, disse.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: