SP: Professores protestam por atrasos nos benefícios

SP: Professores protestam por atrasos nos benefícios

Print Friendly, PDF & Email

Professores da rede municipal de Educação de Ferraz de Vasconcelos fizeram uma manifestação na manhã da sexta-feira 10/11  para reivindicar o pagamento de benefícios que estão em atraso e evitar mudanças da carga horária de algumas disciplinas – a matriz curricular – dos alunos da cidade.

Cerca de 200 educadores partiram da Praça da Independência e seguiram até a Prefeitura. Essa é a segunda manifestação realizada pelos professores em menos de um mês, após as suas demandas na primeira manifestação terem sido absolutamente ignoradas.

A proposta de mudança na matriz curricular na rede municipal quer reduzir a carga horária anual dos alunos de 1200 horas de aulas de história, arte e educação física, para 1040 horas, como consequência haverá uma redução de professores e os alunos, principalmente, do sétimo e nono ano sofrerão com a diminuição de conteúdo.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: