Lutas classistas

Professores da UFPE atropelam diretoria imobilista e aprovam indicativo de Greve

Os professores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) aprovaram, neste dia 27/03, indicativo de greve em resposta ao corte reacionário de verbas para a educação pública promovido por Luiz Inácio e à falta de reajuste salarial para a categoria, apesar dos esforços da diretoria de impedi-la. A decisão foi feita 2 semanas após o início da greve nacional dos servidores técnico-administrativos.
Os operários da montadora imperialista General Motors conquistaram no dia 8 de novembro a readmissão de 1.244 operários demitidos no dia 27 de outubro. Após 17 dias de greve a montadora se curvou a poderosa força dos trabalhadores que mobilizou 12 mil operários em 3 fábricas nas cidades São Caetano do Sul, São José dos Campos e Mogi das Cruzes.