TO: Camponeses resistem contra reintegração de posse

TO: Camponeses resistem contra reintegração de posse

Print Friendly, PDF & Email

Foto: Divulgação/PRF

Na manhã desta terça-feira, 19 de setembro, camponeses que vivem no acampamento Olga Benário, organizado pelo MST, em Fortaleza do Tabocão, Tocantins, realizaram uma manifestação contra uma reintegração de posse.

Eles bloquearam uma estrada que liga os municípios de Fortaleza do Tabocão e Pedro Afonso durante o protesto começou no meio da madrugada e interditou o trecho localizado no km 194 da BR-235 até a BR-153. Grandes barricadas de pneus e outros objetos em chamas foram erguidas pelos camponeses.

O MST havia denunciado que o Batalhão da Polícia Militar de Guaraí utilizaria todo o seu efetivo para reprimir os camponeses em luta pela terra numa operação que conta com o apoio de outras polícias. O acampamento, que tem cerca de 500 famílias, fica lozalizado em terras tomadas da fazenda Santa Bárbara, de propriedade da União, ocupadas em abril deste ano.

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: