USA: Manifestantes confrontam a polícia em dias consecutivos de novos protestos

USA: Manifestantes confrontam a polícia em dias consecutivos de novos protestos

Print Friendly, PDF & Email

Um mês após a morte de George Floyd, fagulha para o início de uma revolta popular unificada no USA, os protestos seguem ocorrendo. Nas cidades de Wilmington e St. Cloud, entre os dias 15 e 17 de junho, grandes protestos aconteceram novamente em profundo rechaço às forças de repressão do país imperialista. Tais revoltas foram reprimidas e mais de 40 manifestantes foram presos apenas nas duas cidades.

No dia 17/06, na cidade de Wilmington, na Carolina do Norte, manifestantes foram em direção ao conselho da cidade rechaçar as forças de repressão do Estado ianque sob a palavra de ordem: Desmantelar a polícia! Na noite do protesto, acontecia a votação para os anos fiscais de 2020 e 2021 e de investimento na polícia da cidade.

Neste evento, os políticos do Estado ianque prometiam ouvir as massas e suas opiniões sobre a polícia, o que, em sua prática oportunista, se transformou em repressão desenfreada. “Era para ser uma audiência pública, mas não foi”, disse Lily Nicole, uma das organizadoras do protesto.

Revoltado contra a truculência, o povo bloqueou a uma importante rua, ao que a polícia agiu prendendo cinco manifestantes sob a acusação de “impedir o tráfego” e “não se retirar do local”. Na prática, negou-se o direito à livre manifestação.

Além disso, dois dias de protestos consecutivos ocorreram na cidade de St. Cloud, em Minnesota, nos dias 15 e 16 de junho. No dia 16, centenas de pessoas se reuniram na Ninth Avenue South para protestar contra a violência policial. As massas empobrecidas saquearam lojas, responderam a repressão policial, que usava gás lacrimogêneo, com pedras, além de colocarem fogo em tonéis de lixo. Dezenas de pessoas foram presas.

Anteriormente, na madrugada do dia 15/06, centenas de manifestantes foram para o local onde um jovem negro havia sido ferido e preso, denunciando a violência policial. Foram, então em direção à delegacia de polícia, sendo reprimidos com gás lacrimogêneo, ao qual os manifestantes enfrentaram com pedras.

Protesto em St. Cloud, Minnesota. Foto: Banco de Dados AND

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: