USA: Massacre chauvinista mata 22 pessoas e fere 24

USA: Massacre chauvinista mata 22 pessoas e fere 24

Print Friendly, PDF & Email

No dia 3 de agosto, um homem de 21 anos entrou em uma loja do supermercado Walmart, no estado do Texas, USA, armado de uma AK-47 e atirou durante 20 minutos aleatoriamente contra as pessoas que circulavam no local, matando pelo menos 20 delas. A loja estava cheia de famílias que compravam material escolar para o início das aulas, assim como de pessoas querendo aproveitar o final de semana.

O assassino havia escrito um manifesto antes do massacre, que não foi divulgado pela polícia. Entretanto, os agentes revelam que o ataque teria sido um “potencial crime de ódio”. Entre os 26 feridos, estava um bebê de quatro meses de idade. El Paso, no Texas, é uma cidade predominantemente latina, com muitos imigrantes. 

Apesar das “autoridades” não esclarecerem o conteúdo do manifesto e nem justificarem o porquê de acharem que o tiroteio foi “potencialmente um crime de ódio”, o perfil no Twitter do assassino revela o uso de hashtags como “#ConstruaOMuro” (em referência à política chauvinista de Trump para impedir a entrada de imigrantes latido) e, de acordo com o jornal The Intercept, o conteúdo do “manifesto” vociferava contra uma suposta “invasão hispânica”, contra as “relações interraciais” e que isso era mais um motivo para “mandar eles de volta”.

A identidade do assassino com as ideias e propostas do atual presidente ianque, Donald Trump, é patente. Durante a campanha eleitoral, por exemplo, Trump afirmou: “Quando o México manda seu povo ao USA, ele manda pessoas que têm um monte de problemas e que trazem estes problemas para nós. Eles trazem as drogas, trazem o crime, são estupradores. E alguns deles, eu confesso, são boas pessoas. Eu iria construir um muro. E ninguém mais entraria ilegalmente. Eu faria o México pagar por isso”.

No período de 24 horas, outro tiroteio em massa aconteceu em Dayton, estado de Ohio, deixando 9 pessoas mortas e 27 feridas, em um bairro boêmio da cidade. As motivações do atirador ainda não são conhecidas.

Imagens de câmeras de segurança mostram o atirador identificado como Patrick Crusius, de 21 anos, durante ataque no supermercado Walmart, em El Paso, Texas. Foto: Courtesy of KTSM 9 / KTSM 9 news Channel/AFP

Ao longo das últimas duas décadas, o jornal A Nova Democracia tem se sustentado nos leitores operários, camponeses, estudantes e na intelectualidade progressista. Assim tem mantido inalterada sua linha editorial radicalmente antagônica à imprensa reacionária e vendida aos interesses das classes dominantes e do imperialismo.
Agora, mais do que nunca, AND precisa do seu apoio. Assine o nosso Catarse, de acordo com sua possibilidade, e receba em troca recompensas e vantagens exclusivas.

Quero apoiar mensalmente!

Temas relacionados:

Matérias recentes: