palestina

GO: Ativistas reformam monumento palestino

A ação foi planejada como preparação para outra atividade que irá ocorrer no dia 18 de maio, na Praça Palestina, na semana em que se completarão 76 anos da Nakba.
No dia de hoje, o Irã respondeu militarmente o Estado sionista de Israel pelo ataque aéreo israelense do dia 1° de abril contra o consulado iraniano na Síria, que assassinou sete integrantes do Corpo da Guarda Revolucionária Iraniana, sendo dois deles generais.
Publicamos abaixo um poema escrito pelo advogado popular Jorge Moreno e enviado à nossa Redação.
O A Propósito seguirá a ocorrer todos os dias, enquanto o Plantão Palestina terá edições toda segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira. Nos dias do Plantão Palestina, o programa terá início às 19 horas, e o programa A Propósito às 19h45. Já nas terças e quintas, o programa A Propósito terá início no horário das 19 horas.
Após seis meses completados ontem (7 de abril), a proporção de 1 para 31 finalmente chocou os líderes mundiais. Após seis meses de genocídio, bastou que seis estrangeiros sofressem o mesmo destino que trinta e três mil palestinos.
Hoje, o movimento palestino pela libertação nacional está mais popular do que nunca e a resistência palestina continua firme.
As Brigadas Al-Qassam, organização militar do Hamas, afirmaram que a saída das tropas sionistas foi uma consequência da atuação firme da Resistência Nacional. 
Ativistas têm reforçado a importância do evento frente às ameaças de sionistas da UFSC contra profissionais da universidade por conta do apoio da EduUFSC ao lançamento do livro.
Evento reuniu estudantes, professores e ativistas. Os presentes defenderem o direito à luta armada do povo palestino e denunciaram os crimes de Israel.
Cento e setenta e dois dias desde o início da agressão sionista à Faixa de Gaza. Mais de 31 mil palestinos assassinados, sendo mais de 13 mil crianças. Quase 75 mil feridos e mais de 1,7 milhão – 75% da população de Gaza – de desalojados, deslocados forçadamente e encurralados no sul.